Arquivo da tag: 50 anos

Homenagem a Martin Luther King:”Eu tenho um sonho”(50 anos)

Martin Luther King Jr.(1929-1968) .

King liderou  a Marcha sobre Washington, em 28 de agosto de 1963, com 250 mil participantes (um quinto dos quais brancos), pressionando o Congresso e o Presidente dos Estados Unidos à publicação de legislação sobre o direito de voto, fim da segregação nos edifícios públicos, no Governo, no emprego e em outras matérias de direitos civis. Num dos seus momentos públicos de maior impacto, e um marco na história da luta pelos direitos civis, King proferiu aqui o seu célebre discurso ” I Have a Dream…”. O Presidente John F. Kennedy prometera esta legislação no seu discurso de 11 de junho de 1963. Em 22 de novembro Kennedy seria assassinado em Dallas. O novo Presidente, Lyndon Johnson, assinou a lei, o Civil Rights Act, em 2 de julho de 1964. King recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964. No seu discurso  de aceitação do prêmio declarou:

“Acredito que a justiça que, ferida, jaz prostrada nas ruas ensanguentadas das nossas nações, pode ser erguida dessa poeira de vergonha e reinar suprema entre os filhos dos homens. Tenho a ousadia de acreditar que os povos de todo o mundo podem ter três refeições por dia para alimentar o corpo, educação e cultura para alimentar a mente e dignidade, igualdade e liberdade para alimentar o espírito. Acredito que os homens altruístas podem reconstruir aquilo que os egoístas destruíram. Continuo a acreditar que  um dia a humanidade se irá curvar diante dos altares de Deus e receber a coroa do triunfo sobre a guerra e o derramamento de sangue, e que a boa vontade animada pela não violência redentora irá ditar a sua lei sobre a terra.Continuo a acreditar que triunfaremos. Esta fé pode dar-nos coragem para enfrentar as incertezas do futuro. Pode dar aos nossos pés cansados novas forças para prosseguirmos a caminhada para a Cidade da Liberdade…”

A 3 de abril de 1968, King deixava Atlanta,em viagem para Memphis. Á noite, em Memphis, declarou:

“Pois bem, não sei o que vai acontecer agora. Temos pela frente dias difíceis. Mas isso para mim já não tem importância, porque já cheguei ao cume da montanha…Só quero fazer a vontade de Deus. E Ele permitiu-me subir ao cume da montanha. E eu olhei de lá de cima e vi a terra prometida. Pode ser que não a alcance convosco. Mas quero que saibais esta noite que o nosso povo há de alcançar a terra prometida. E eu estou feliz, esta noite. Não estou preocupado com nada. Não estou com medo de ninguém. Os meus olhos viram a glória da chegada do Senhor…Desde que possa ajudar alguém por quem passo desde que possa animar alguém com uma palavra ou um cântico, desde que possa mostrar a alguém o caminho que deve seguir, a minha vida não terá sido em vão. Desde que possa cumprir o meu dever de cristão, desde que possa dizer ao mundo a salvação, desde que possa espalhar a mensagem que o meu Mestre me ensinou como lição, a minha vida não terá sido em vão.”

No dia seguinte, foi assassinado.

Dia 28 de janeiro 2015, Obama discursou em frente ao memorial de Lincoln em Washington homenageando Luther King pelos 50 anos de seu discurso.”No entanto, não precisamos olhar somente para os EUA para identificarmos o racismo:  no Brasil ainda é perceptivo que o negro da periferia sofre preconceito. A convenção está em todo lugar. Cabe a nós formarmos a nossa própria opinião e nos conscientizarmos da importância da cultura afro descendente , que é essencial em qualquer local “.

Não chamo heróis aos que triunfaram pelo pensamento ou pela força, mas aos que foram grandes de coração.(Romain Rolland)

anjo